Resenha: Metrópole (Despertar) - Melissa de Sá


Olá leitores! Hoje trago uma resenha de uma distopia da nossa editora parceira, a Editora Draco.

Vamos lá ?

Título: Metrópole - Despertar (Livro 01)
Autora: Melissa de Sá
Editora: Draco
Nº de páginas: 184
Ano de lançamento: 2016
Onde Comprar: Amazon | Saraiva


SINOPSE:

Nada é real. Nenhum lugar é seguro. Abra os olhos. Após o Grande Caos, Metrópole se ergueu sobre os escombros da civilização humana. Andrella é apenas mais uma adolescente que busca a excelência intelectual no meio dessa sociedade que preza a perfeição e o controle acima de tudo. Mesmo tendo sido criada pelo excêntrico Argorio, tudo que Andrella deseja é ser uma Metropolitana exemplar e viver do jeito que esperam que viva. Mas quando o próprio Argorio é vítima de um crime que não acontece em Metrópole há mais de vinte anos, Andrella começa a perceber que talvez o Conselho da cidade queira seus segredos bem escondidos. Agora ela puxará os fios de uma teia que oculta uma verdade terrível não apenas sobre a cidade, mas também sobre si mesma. Afinal, o que há além das fronteiras de Metrópole? Estariam lá as respostas sobre quem Andrella realmente é? Metrópole – Despertar, de Melissa de Sá, é uma distopia que culmina em uma trama de violência, poeira e perseguições em que nada é o que parece. Tensão, suspense e romance estarão presentes para aqueles que ousarem ler nas entrelinhas. E você? Está pronto para descobrir o que está por trás dos muros das aparências?

RESENHA:


Sempre falo por aqui que sou apaixonada por distopias e histórias pós-apocalípticas, então ler o livro foi bem fácil. Li ele bem rápido, em alguns dias já estava na metade do livro, mas tive que fazer uma pausa para fazer os trabalhos da faculdade, mas depois retomei e acabei no mesmo dia. 

A premissa é ótima, muito bem pensada e dá pra explorar muito, mas o que me incomodou no livro todo é que a autora não explicou muito bem alguns acontecimentos e eu fiquei um pouco confusa em algumas partes. A narrativa também estava um pouco confusa, pois não sabia se era escrita em primeira pessoa ou em terceira, às vezes não ficava muito claro.

Os personagens são bem construídos e a autora deixa claro a personalidade de cada um, o que facilita a nossa opinião sobre eles - se gostamos ou não. 

A trama é cheia de reviravoltas (ou plot twits) o que nos faz ficar boquiabertos e querendo ler mais. Sabe aquele livro que a cada capítulo te dá vontade de ler mais e mais? Esse é um daqueles livros! Além disso tudo, as cenas de ação são de tirar o fôlego!

Apesar de alguns defeitos que encontrei, adorei a história e com certeza irei ler o segundo livro, e espero que a autora nos responda as perguntas que ficaram no final, porque fiquei muito curiosa!

Enfim, indico para quem ama distopias e queira algo para passar o tempo! 


NOTA: 4/5


Espero que tenham gostado!

Beijos e até a próxima <3

10 comentários:

  1. Olá, ainda não conhecia esse livro mas, mesmo com suas ressalvas, me pareceu uma leitura interessante. Gosto bastante de livros cheios de reviravoltas e surpresas.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Monique.
    Eu amo uma boa distopia, mas gosto que seja tudo muito bem explicado. Não gosto dessas que já surge lá no futuro do nada e não explica como chegou até lá. A capa eu achei bem feia, mas pelo enredo quem sabe eu dê uma chance ao livro.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Parece ser um livro interessante, apesar da sua resenha apontar que a trama foi um pouco confusa em alguns momentos, ainda assim a sinopse me chamou atenção, não costumo ler livros de distopia, mas acho que tem que ter muita criativa para criar livros dessa forma, então fiquei interessada.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Gosto de livro assim, que define o personagem, aí é mas fácil a gente decidir logo se gosta ou não! E quando tem reviravoltas então, surpreende mais... achei interessante a sinopse e sua resenha, vou procurar saber mais (quem sabe não entra na minha longa lista de leituras que cada dia aumenta mais, né? hehehehe). Adorei o blog! Beijos ♥

    https://eueminhaestupidez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiii não conhecia o livro e nem a editora. Amei a sua resenha você é muito boa com palavras 💖 fiquei muito curiosa agora vou ter que providenciar um pra mim. Beijos linda 💖

    ResponderExcluir
  6. Confesso que com as suas ressalvas, fiquei em dúvida se leio ou não rsrs
    parece instigante, mas ao mesmo tempo um pouco broxante rsrsrs

    www.doceestranheza.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá! Adoro distopias e ainda não conhecia o livro. A editora draco tem uns trabalhos bem bacanas. Ótima resenha!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi, Monique! Achei bem interessante. Eu já tinha visto esse livro no catálogo da Draco, mas passou batido. Como ele é curtinho, né? Talvez isso tenha prejudicado o ponto que você tocou sobre as lacunas que a autora deixou. Um livro maior poderia ter explorado mais o que fosse necessário. Mas que bom que bom, e gostei da sua dica. Agora vou ficar de olho nele!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem? Já tinha visto a editora divulgando esse livro mas não lembrava o enredo. Realmente algumas distopias nos chamam bastante a atenção. Que pena apesar de bons personagens a história deixar um pouco a desejar. Quando o livro fica em aberto em nossas mentes a tendência é acharmos que terá continuação rs Gostei muito da sua resenha. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li esse mas achei a história super interessante e com certeza leria. Vi ele no catálogo e até falei sobre ele no blog porque achei super legal a história também :)
    Adorei a resenha!
    Beijos
    http://www.nomundodaluablog.com/

    ResponderExcluir

® Inverno de 1996 | Layout por A Design