O dia que resolvi fazer jornalismo



Era o último ano do ensino médio. Todo mundo estudando para os vestibulares no final do ano. Outros fazendo cursinho. E eu ainda pensando no curso que iria fazer. 
Comecei com Biblioteconomia, depois escolhi Direito e pensei até em Psicologia. 
Em meados de outubro, um psicólogo foi à escola conversar conosco sobre as escolhas dos cursos e logo após a conversa, quem quisesse poderia fazer o teste vocacional. 
Decidi fazer o teste, pois eu ainda estava na dúvida.
Meu resultado foi: Design de Interiores, Letras (inglês) e Jornalismo.
Risquei Design de Interiores, pois tinha matemática (e eu ODEIO matemática). Risquei Letras porque na parte da licenciatura eu não me daria bem. Sobrou Jornalismo. Olhei para aquela palavra e pensei: "por que não ?
Eu sempre amei a leitura, a escrita e a fotografia. E se eu juntasse tudo isso ? 
Falei com meus pais. Minha mãe tinha dado a ideia de eu fazer Direito, pois eu amava ler (lógica dela) e meu pai queria que eu fizesse Medicina Veterinária. Quando contei pra eles, meu pai olhou pra mim e disse: 
- Vai trabalhar na Globo então ? 
E minha mãe disse:
- É uma ótima escolha!

Terminei o ensino médio feliz da vida porque não iria mais estudar física, matemática e biologia! Decidi esperar um semestre antes de fazer vestibular, pois queria descansar um pouco de todo aquele estresse que senti durante os três anos de ensino médio. 
No meio do ano de 2014 me inscrevi em dois vestibulares de inverno em duas faculdades particulares.
Na primeira utilizei a nota do Enem ao invés de realizar a prova e na outra fiz a prova mais a redação.
Minha primeira opção era aquela cujo eu usei a nota do Enem.
Quando saiu a lista de aprovados, corri pro computador e procurei pelo meu nome. E lá estava eu na primeira chamada (não lembro em que lugar fiquei)! Eu e minha mãe soltamos um grito de felicidade! Eu tinha sido aprovada na faculdade que eu queria e iria cursar um curso que eu mesma escolhi.

Me matriculei, busquei transporte e agora estou no segundo semestre da faculdade de Jornalismo. Me sinto feliz de ter escolhido algo que tenha haver comigo. E aconselho a todos a fazerem algo que combine consigo. Nunca faça algo por não ter outra opção ou porque seus pais querem. Faça algo que você goste e não ligue para o que os outros irão dizer. 

Se você gosta e se sente bem, é o que importa!

5 comentários:

  1. Gostei do seu texto. Fiz um em meu blog falando sobre a minha entrada no Curso de Artes Visuais e outro falando sobre o porquê de eu ter saído do curso de História faltando apenas 2 períodos. Dá uma conferida lá.

    www.anaxquerdizer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É tão dificil escolher alguma coisa para fazer o resto da vida! Muito bom o texto, e eu espero que você seja muito feliz trilhando o seu caminho! :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Nique,
    ai que delícia a sua história com o Jornalismo. Também amo a minha profissão (que é a mesma que você escolheu) e minha mãe fez um comentário semelhante ao do seu pai, quando decidi que queria ser Jornalista. Tenho muito orgulho desse lindo ofício, assim como muito orgulho de quem o faz com ética, respeito, responsabilidade e amor. Com certeza você vai se deparar com muitos desafios e muitos obstáculos, mas se tiver toda essa paixão e carinho como você parece ter, vai tirar isso de letra! Muito sucesso, viu?!
    o/

    ResponderExcluir
  4. Acho muuuito importante escolher algo que você goste. Não imagino como deve ser difícil cursar uma coisa que você não ama. :( Eu meio que sempre soube o que queria fazer - hoje faço design digital - então quando cheguei na faculdade só foi felicidade. É tão bom ter que estudar só o que eu quero e acho interessante! Acho que você sente o mesmo, não é Monique?
    Beijos!

    Vestindo o Tédio

    ResponderExcluir
  5. Acho incrível quando as pessoas já sabem o que querem e decidem cursar. Eu sou muito indecisa e ainda não sei o que fazer, apesar de ter algumas opções. :x Enfim, que bom que se decidiu e está gostando do seu curto :D Muito boa sorte, e espero sinceramente que seja feliz com o que escolheu! Porque o que realmente importa é fazer o que gosta, ceto? ^^ Beijos~

    sonho-oriental.blogspot.com

    ResponderExcluir

® Inverno de 1996 | Layout por A Design